sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Projeto O LIVRO DA ALEGRIA

PROJETOS PEQUENOS APOIOS
DO FUNDO MUNICIPAL DE CULTURA – EDITAL 01/2017
FUNDAÇÃO GARIBALDI BRASIL

NOME DO PROJETO: O LIVRO DA ALEGRIA

PROPONENTE: GRUPO DO PALHAÇO TENORINO – GPT
Finaciamento: Prefeitura de Rio Branco

Malabarista, mágico, domadora de leão, bailarina e palhaço!  Esses artistas circenses decidem registrar seus ofícios em um livro e quando uma criança o encontra, você nem imagina o que pode acontecer... Senhoras e senhores!  Meninos e meninas! O espetáculo vai começar!

“O LIVRO DA ALEGRIA” é o mais novo espetáculo do Grupo do Palhaço Tenorino – GPT, em parceria com o Grupo Macaco Prego da Macaca. Desde sua estreia, em abril de 2017, o espetáculo vem agradando crianças e adultos ao apresentar a magia do circo sem o uso da palavra falada.

Cada detalhe de “O Livro da Alegria” foi pensado para crianças a partir de dois anos de idade. O tempo do espetáculo, as cores, o roteiro de cenas, a música, a repetição... Tudo está no ritmo da primeira infância.

Atores experientes como Sandra Buh, Rogério Barcellos e Sandreia Souza integram o elenco, que tem na direção a atriz e arte-educadora Marilia Bomfim.

Para este Edital de Pequenos Apoios da FGB, a proposta é realizar apresentações do espetáculo “O Livro da Alegria” em duas escolas da rede pública municipal, a saber: Escola Municipal Álvaro Rocha, no bairro Conquista, e Escola Municipal Juvenal Antunes, no bairro Calafate. A previsão é que cerca de 600 pessoas, entre alunos, professores, funcionários administrativos, serventes e merendeiras, tenham a oportunidade de assistir ao espetáculo.

Com este projeto, o Grupo do Palhaço Tenorino pretende garantir o acesso das crianças matriculadas em escolas municipais localizadas em bairros periféricos a produtos culturais, para que a arte possa fazer parte do cotidiano dos nossos alunos, de forma a contribuir positivamente com diversos aspectos de sua formação.


FICHA TÉCNICA
Direção e sonoplastia: Marilia Bomfim
Elenco: Sandréia Souza, Rogério Barcellos, Sandra Buh  e Camila Nogueira.
Produção: Dinho Gonçalves
Montagem:  Grupo do Palhaço Tenorino
Texto: Criação coletiva 
Classificação: Livre

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Temporada confirmada!

Meus amigos!
Tudo confirmado.
A partir do dia 12, Dia da Criança, começa a temporada da peça OS Saltimbancos.

Projeto Encena no Arena - SESC/ACRE
12, 15, 22 e 29 de outubro!
18h

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Apresentação CANCELADA

Meus amigos!
O vendaval que atingiu nossa cidade na tarde de hoje causou sérios danos ao Teatro de Arena do SESC. 
Por esse motivo, a apresentação da peça OS SALTIMBANCOS, com o Grupo do Palhaço Tenorino, prevista para o próximo domingo, dia 08 de outubro, está CANCELADA.
Ainda não sabemos se haverá apresentação da peça no Dia das Crianças. Assim que o SESC nos informar, comunicaremos a todos.
Grato pela compreensão.
Dinho Gonçalves – Diretor do GPT

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Ação Cultural em Cruzeiro do Sul

Estivemos no Juruá, nesta última semana de julho, para realizar apresentações de teatro para os alunos de escolas públicas.
Esta foi uma iniciativa da Secretaria de Estado de Educação, com a parceria do Teatro GPT e o apoio do Núcleo da SEE de Cruzeiro do Sul-AC.

DETALHAMENTO DAS ATIVIDADES
AÇÃO CULTURAL

Município de Cruzeiro do Sul - Acre
Data: 24, 25 e 26 de julho de 2017

24 de julho
Duas apresentações da peça de teatro “A Menina e o Palhaço”
Público: Alunos das escolas públicas de Ensino Fundamental I
Local: Teatro dos Náuas
9h e 14h

25 de julho
9h
Peça: A MENINA E O PALHAÇO
Público: Alunos das escolas públicas de Ensino Fundamental I
Local: Escola Rural Olavo Bilac - BR 364, Vila Santa  Luzia.

26 de julho
18h às 21h
Oficina “A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS”
Público: professores da rede pública de ensino e contadores de histórias que atuam em bibliotecas.
Local: CEDUP – Centro

Realização: Secretaria de Estado de Educação e Esporte – SEE
Parceria: Grupo do Palhaço Tenorino

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Gameleira Cultural

http://www.agencia.ac.gov.br/na-cidade-do-povo-espetaculos-marcam-abertura-do-gameleira-cultural/

Na Cidade do Povo, espetáculos marcam a abertura do Gameleira Cultural
Márcia Moreira 
 21.06.2017  16:33
Música, teatro e artes visuais marcaram o primeiro dia de apresentações do Gameleira Cultural na manhã desta quarta-feira, 21, nas escolas Raimunda da Silva Pará e André Maria Ficarelli, da Cidade do Povo.
Com muitas gargalhadas, centenas de crianças assistiram concentradas a peça A Menina e o Palhaço, enquanto os adolescentes conheciam a música do Seu Bima e Banda Uirapuru. O momento ainda reservou uma surpresa para o tradicional cantor do seringal: os estudantes, ao descobrirem que ele celebrou seu aniversário de 85 anos na segunda-feira, 20, entoaram a canção Parabéns Para Você, iniciativa que o emocionou.
“É uma honra participar dessa atividade, pois sabemos que os jovens têm pouco acesso a esses produtos que fazem parte da sua cultura. Então, quando os vemos se identificando com uma música de cem anos atrás, para nós é um grande presente”, diz Alexandre Anselmo, sanfonista da banda.
O professor de História Antonio Carlos de Oliveira destaca que a iniciativa proporciona interação entre todas as turmas. “Espero que nós possamos ter mais oportunidades de acesso à cultura aqui na comunidade, assim como está sendo agora o Gameleira Cultural”, afirma.
A diretora-presidente da Fundação Elias Mansour, Karla Martins, aponta que o primeiro dia de apresentações do projeto já é um sucesso: “O Gameleira Cultural surge como uma forma de interação real entre os artistas, que estão circulando nos bairros com seus produtos culturais, junto à comunidade, mostrando a cara dessa identidade da arte e da cultura acreana. O projeto chegará a outras comunidades, e temos certeza que o público apreciará os espetáculos assim como foi aqui na Cidade do Povo”.

Sobre o Gameleira Cultural

O edital Gameleira Cultural compõe o programa Jamaxi Cultural, e é orçado no valor de mais de R$ 600 mil. A iniciativa faz parte de um conjunto de ações voltadas ao fortalecimento dos sistemas nacional e estadual de cultua, contribuindo para o cumprimento das metas dos planos de cultura.
Neste primeiro momento, 11 dos 29 eventos programados serão apresentados ao longo de todo o dia na Cidade do Povo. Os espetáculos seguem para os bairros Calafate e Custódio Freire nos dias 22 e 23, respectivamente. Posteriormente, é a vez dos conjuntos Tucumã, Ouricuri, Liberdade, São Francisco, Recanto dos Buritis, Belo Jardim III, Aeroporto Velho e Novo Mercado Velho.





(Foto: Ramon Aquim/FGB)

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Pela primeira vez em 26 anos de existência Grupo do Palhaço Tenorino leva espetáculo para Jordão

Postado em 07/04/2017 16:47:28
http://agazetadoacre.com/pela-primeira-vez-em-26-anos-de-existencia-grupo-do-palhaco-tenorino-leva-espetaculo-para-jordao/


O Grupo do Palhaço Tenorino (GPT) levará para os municípios acreanos de Feijó, Tarauacá e Jordão os espetáculos O Livro da Alegria e A Menina e o Palhaço. A turnê é possível através do Jamaxi Cultural, numa parceria entre a Fundação Elias Mansour e o Governo Federal.
A primeira apresentação ocorre em Feijó no domingo, 9, às 17h na Praça dos Três Poderes. Lá O grupo apresenta O Livro da Alegria. Em cena, malabarista, mágico, domadora de leão, bailarina e palhaço! Esses artistas circenses decidem registrar seus ofícios em um livro e, quando uma criança o encontra, você nem imagina o que pode acontecer… Senhoras e senhores! Meninos e meninas! O espetáculo vai começar!
Já na segunda-feira, 10, o espetáculo A Menina e o Palhaço será apresentado em Tarauacá, na escola Instituto São José. Encenada desde 2001, a peça traz a delicada e divertida relação entre uma menina tristonha e um palhaço cheio de conflitos e como eles descobrem na recém-descoberta amizade força para seguir em frente.
E pela primeira vez, em 26 anos de existência o GPT vai apresentar um espetáculo no Jordão. “Vai ser uma experiência única. Estamos bastante entusiasmados e por ser um lugar que nunca estivemos, o estímulo é maior para levar entretenimento e reflex
Essa é a segunda fase do projeto Jamaxi Cultural. Na primeira fase, os municípios do Baixo Acre (Acrelândia, Capixaba, Plácido de Castro e Bujari) receberam produções artísticas e culturais nas áreas de teatro, dança, música e artes visuais.

Grupo do Palhaço Tenorino leva espetáculos para o interior do Estado

http://pagina20.net/v2/grupo-do-palhaco-tenorino-leva-espetaculos-para-o-interior-do-estado/

Por Dell Pinheiro – dell.81@hotmail.com – A difusão da arte em diferentes locais e espaço. Foi com essa proposta que o Grupo do Palhaço Tenorino (GPT) embarcou neste fim de semana para os municípios de Feijó, Tarauacá e Jordão para a apresentação de duas peças teatrais, “A Menina e o Palhaço” e o “Livro da Alegria”. Os espetáculos serão realizados por meio do projeto Jamaxi Cultural, em parceira com o governo federal e a Fundação Elias Mansour (FEM).
O ator Dinho Gonçalves, diretor e coordenador do GPT, falou sobre as apresentações. “A trupe se apresentará primeiramente em Feijó neste domingo, às 17h, na Praça dos Três Poderes com a peça o Livro da Alegria. Já o espetáculo A Menina e o Palhaço será apresentado ao público no dia 10 em Tarauacá, às 15h30, no Instituto São José, e no dia 12 em Jordão, às 9h30, em uma escola pública”.
Gonçalves comentou que o artista quer apresentar o trabalho dele. “O que produzimos deve ser mostrado e visto – uma troca entre o artista e a plateia. É muito bom fazer teatro na cidade, mas é melhor fazer no interior do Estado, talvez por ser mais intenso, talvez pelo impacto que isso tudo pode gerar entre as pessoas. Para mim, enquanto artista é algo maior, isso não desmerecendo o público da capital”.
Ele também salientou sobre a felicidade de se apresentar para um público que nunca assistiu a um espetáculo teatral. “Mais do que melhor, é fazer para um público que o GPT nunca se apresentou, que é o caso de Jordão. É a primeira vez que estaremos naquela cidade, isso com 26 anos de existência da trupe. Daremos o máximo para surpreender os que moram tão distantes da capital e que dificilmente terão acesso à cultura. Avalio de forma positiva essa interiorização da arte, pois é mais que necessário, é urgente e importante para toda sociedade” finalizou.

O Livro da Alegria

A peça encanta crianças e adultos ao apresentar a magia do circo sem o uso da palavra, é dirigida pela atriz e arte-educadora Marilia Bomfim, com produção de Dinho Gonçalves. Malabarista, mágico, domadora de leão, bailarina e palhaço! Esses artistas circenses decidem registrar seus ofícios em um livro e, quando uma criança o encontra, você nem imagina o que pode acontecer.

A Menina e o Palhaço

Encenada desde 2001, a peça “A Menina e o Palhaço”, é centrada nas contradições da vida: criança e adulto, mentira e verdade, perda e ganho e, principalmente, vida e morte. O espetáculo traz a delicada e divertida relação entre uma menina tristonha e um palhaço cheio de conflitos e como eles descobrem, na recém-descoberta amizade a força para seguir em frente. O espetáculo é um diálogo apenas feito com o casal, que inclusive já inspirou uma exposição.